F-5A - Kinetic 1/48
Sáb, 04 de Maio de 2013 00:00

 photo f5a_01_zpsf0b06920.jpg

 

F-5A Freedom Fighter

Kinetic 48020

O Avião: O desenvolvimento do F-5 Tiger iniciou-se em 1954, quando técnicos da Northrop, viajaram à Europa e à Ásia para identificar as necessidades dos países da OTAN e SEATO (Organização de Segurança do Sudeste da Ásia, similar à OTAN). Em 1955 a Northrop apresenta os estudos de um caça leve supersônico, que operaria em pistas curtas e até em porta-aviões, mas que seria de fácil operação e de baixo custo. A USAF não mostrou interesse, mas precisava de um treinador para substituir o Lockheed T-33, em 1956 surgiu o T-38 Talon, com base no projeto do F-5. A Northrop decidiu seguir com o programa do F-5 como um projeto privado, em julho de 1959, o avião realizava seu primeiro vôo. Três anos após o Departamento de Defesa escolheu o F-5 para o Programa de Assistência Militar. Aliados dos Estados Unidos que procuravam um caça de custo baixo começaram a ser atraídos pelo pequeno e ágil avião. Em 1965 foram feitas as primeiras entregas ao Irã. A USAF encomendou 200 F-5A para usar no Vietnã, devido a grandes baixas. Embora fosse mais leve, menos sofisticado e quase sem armamento, suas baixas eram menores que a dos outros aviões em uso ( F-4 Phantom e o F-105 Thunderchief), pois era menos atingido, pois sua manobrabilidade permitia escapar ao fogo antiaéreo.Grandes encomendas para a Força Aérea do Vietnã se seguiram. A produção foi autorizada para empresas como a Canadair (Canadá), CASA (Espanha), FFA (Suíça), Hanjin (Coréia do Sul) e AIDC (Taiwan). Fácil de voar, pilotar, custo de aquisição, operação e manutenção baixas e com performance excepcional o F-5 estabeleceu um padrão de referência. Além de peças de reposição acessíveis e de fácil aquisição. Quando o resto falhava o F-5 estava disponível, durante a Guerra Irã-Iraque (1980-1988), os F-14 iranianos, sem peças de reposição e pilotos treinados, eram usados como radares aéreos, para iluminar alvos para os F-5, únicos caças que permaneciam operacionais. A USAF necessitava capacitar os F5-A para enfrentar o MiG-21 soviético, que era enviado em grandes quantidades aos aliados de Moscou. Em Novembro de 1970, a Northrop apresentou um desenho à USAF, que permitiria realizar missões de superioridade aérea e enfrentar os MiG-21 o F-5E Tiger II. Uma encomenda de 325 aviões foi colocada, e os primeiros foram entregues, em 1972. Mas só foram aceitos em serviço em 1973, e a versão biplace, F-5F, só surgiu, em 1975. Como as características de vôo e tamanho eram similares ao MiG-21, a USAF usou eles nos famosos Esquadrão Agressor. Vários programas de modernização dos F-5E/F têm sido desenvolvidos no mundo, inclusive pelo fabricante Northrop Grumman. A integração de aviônica digital ao F-5E e reforços estruturais aos aviões permitem entrar no século XXI operando. A empresa Northrop Grumman fabrica até hoje peças estruturais e componentes para o avião. No dia 07 de julho de 1989 os três últimos caças F-5E foram entregues. Ao todo foram construidos 3.806 aviões. Ao final 33 países operaram o F-5 entre eles: Bahrain, Botswana, Brasil, Chile, Grécia, Honduras, Indonésia, Jordânia, Quênia, Coréia, Malásia, México, Marrocos, Noruega, Filipinas, Arábia Saudita, Cingapura, Espanha, Suíça, Tailândia, Turquia, Tunísia, Venezuela e Iêmen. Atualmente 26 países ainda operam o F-5 Tiger. Mais de 68.000 pilotos da USAF treinaram no legendário T-38 (F-5), o primeiro treinador supersônico do mundo. Pilotos da OTAN também treinam nos Estados Unidos nos T-38, O T-38 permanece em serviço, com 800 aviões em serviço e um programa de modernização e reforço que os manterá em serviço por mais duas décadas A NASA também treina seus astronautas em T-38.
Até os dias de hoje o F-5 foi utilizado em combate nas Guerras do Vietnã, Irã-Iraque, Etiópia, Marrocos e Guerra do Golfo pela Arábia Saudita. No Brasil o F-5 Tiger II foi modernizado, sendo designado como F-5 M, a aeronave que foi modernizada pela Embraer e pela Elbit Systems, incorpora uma aviônica de última geração, radar, sistema de contra-medidas, capacidade de reabastecimento em vôo(REVO), de lançamento de mísseis além do campo visual (BVR) e bombas guiadas a laser.

Fonte: Blog Armas Militares

 photo f5a_48_zpsf5729413.jpg

F-5A IRIAF - Fonte: Airliners.net

O Modelo: Esse modelo da Kinetic entra no mercado para incluir um kit melhor qualidade que os exemplares anteriores da Testors e Classic Airframes. A transparencia apresentam uma boa visibilidade. O conjunto de armas é pequeno e poderia ser melhorado e se lembrarmos da quantidade de armas que acompanhavam os primeiros F-16 da empresa, esse modelo parece um primo pobre. Algo que gostei bastante foram as opções de marcação, tem para todos os gostos, são 16 opções de marcações.

 photo f5a_11_zps19296d21.jpg  photo f5a_09_zpsb14e37cd.jpg  photo f5a_07_zps93909c09.jpg
 photo f5a_03_zps95aeee70.jpg  photo f5a_02_zps96b64b0b.jpg  photo f5a_12_zps0d801a9d.jpg

 

Detalhes 1: O modelo não apresenta grandes surpresas em termos de detalhes, linhas de baixo relevo dentro do esperado, mas com detalhes que poderiam ser aprimorados. Nada excepcional.

 photo f5a_10_zpsbc80f3a2.jpg  photo f5a_08_zps52286f8c.jpg  photo f5a_06_zps43580907.jpg
 photo f5a_04_zps69a8b2cc.jpg  photo f5a_50_zps166b658b.jpg  photo f5a_49_zps81033c63.jpg

 

Detalhes 2: Não gostei dessa quantidade excessiva de pontos de escape de pressão, principalmente nas peças menores e com a tecnologia que é usada hoje na confecção dos modelos, a Kinetic deveria repensar esse processo de injeção, pois parece que isso é uma coisa comum em alguns de seus kits, além de dar uma trabalheira danada remover tudo isso.

 photo f5a_05_zps5f2a654b.jpg

 

Photoetched: É uma folha pequena que cobre uma pequena parte de alguns pontos do modelo. A Eduard tem um set completo de photoetches para esse kit e vai cobrir por completo é que vai trazer um resultado final bem superior na finalização do modelo.

 photo f5a_13_zps2aa149fd.jpg

 

Folha de Decal: Eu diria que esse é o ponto alto do modelo, são dezesseis opções de marcações e que irão permitir uma escolha difícil pela quantidade de opções. São duas folhas distintas, sendo uma voltada basicamente para aeronaves da USAF e a outra com operadores estrangeiros do F-5A e única da USAF.

 photo f5a_15_zpsf439f4aa.jpg

 photo f5a_14_zps66e502f0.jpg

 

 Folha de instrução:

 photo f5a_16_zps4706a7f8.jpg  photo f5a_17_zps7bf3c0d8.jpg  photo f5a_18_zps8310825f.jpg     photo f5a_19_zps6ee0629d.jpg
    photo f5a_20_zps46958297.jpg     photo f5a_21_zpsbcc77d01.jpg     photo f5a_22_zps5b918629.jpg     photo f5a_23_zps65f0e1a4.jpg
    photo f5a_24_zps87fc699b.jpg     photo f5a_25_zpse915bf11.jpg      photo f5a_26_zps7a04dc38.jpg      photo f5a_27_zpsc2d39ae0.jpg
     photo f5a_28_zps3099c056.jpg       photo f5a_29_zps3e5276c5.jpg       photo f5a_30_zps5ce5a9aa.jpg      photo f5a_31_zpse2246c70.jpg
    photo f5a_32_zps75d014e7.jpg     photo f5a_33_zps2a414989.jpg     photo f5a_34_zpsd3f68401.jpg     photo f5a_35_zpsf56f7c4f.jpg
     photo f5a_36_zpsf7befe95.jpg     photo f5a_37_zps7b8fb5b7.jpg     photo f5a_38_zps447aecac.jpg     photo f5a_43_zps15f0b37d.jpg
    photo f5a_40_zps89261c8b.jpg    photo f5a_41_zps77f2a8bf.jpg    photo f5a_42_zpsfdab2f5d.jpg     photo f5a_39_zpsf6a816ad.jpg
   photo f5a_44_zpsab7dc158.jpg    photo f5a_45_zpsce72e781.jpg    photo f5a_46_zpsb9eff92f.jpg    photo f5a_47_zps84dae54a.jpg

 

 

Agradecemos a LUCKYMODEL pelo modelo deste review.
alt

 

 

 

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Clique nos links para ir a pagina.

Notícias e Reviews Anteriores

Ultimas do Forum