SU-25/ SU-25K "Frogfoot" - Eduard 1/48 (1150)
Escrito por Júlio Martins   
Qua, 08 de Setembro de 2010 19:34

SU-25/ SU-25K "Frogfoot" - Eduard 1/48 (1150)

Breve histórico

No começo de 1968, o Ministério da Defesa Soviético decidiu desenvolver uma aeronave especialista em ataques ao solo para dar suporte aproximado às suas tropas em terra. A idéia veio de análises das experiências na segunda grande guerra e de guerras locais nos anos 50 e 60.

OS caças-bombardeiros desenvolvidos naquele período (SU-7, SU-17, MIG-21 e MIG-23) não atendiam as necessidades para tal serviço específico, pois careciam de blindagem para proteção do piloto e dos equipamentos essenciais ao vôo contra ataques de artilharia anti-aérea e impactos de mísseis, além de suas altas velocidades tornarem muito difícil ao piloto manter contato visual com o alvo durante a aproximação.

A produção iniciou em 1978, sendo a versão básica da aeronave produzida na Fábrica 31, em Tbilisi, na República da Georgia. Entre 1978 e 1989, um total de 582 SU-25 monopostos foram produzidos (a série SU-25K não está incluída neste número).

Entre as diversas séries do "Frogfoot", destacamos o SU-25K, versão comercial (Komercheskiy), que difere da versão padrão em pequenos detalhes, principalmente em equipamentos de navegação e eletrônicos, totalizando 180 aeronaves produzidas, todas na mesma Fabrica 31.

O "Frogfoot" foi exportado para inúmeros países, principalmente os do bloco soviético, mas com destaque para o Peru, único latino a operar esta aeronave e alguns africanos, como Angola, Etiópia, Eritréia e Costa do Marfim.

O kit

Mais uma vez a Eduard ressuscita antigas formas da Kopro (também foi lançado pela OEZ). Depois do SU-7 e SU-22, chega a vez do Frogfoot, e desde já, aviso. É o melhor do três, disparado!

Na ótima caixa rígida, que bem protege o conteúdo, encontramos 103 peças plásticas distribuídas em 7 galhas, sendo uma delas transparente, dois frets de PE, sendo um colorido, máscaras de pintura, extensa folha de decais e resinas da série Brassin para cockpit e partes externas.

O plástico cinza-claro, liso e sem distorções, sem rebarbas excessivas, não apresenta marcas de injeção que comprometam sua superfície. Pinos de contato um tanto quanto exagerados requerem cuidado na extração das peças.

Linhas de painel rebaixadas e precisas, com boa uniformidade, representam muito bem os detalhes superficiais da aeronave. Não são delicadas como se costuma ver nos novos lançamentos japoneses, mas sem dúvida alguma, são bastante bons para qualquer modelista exigente.

O cockpit original é um tanto quanto fraco, mas possui bons detalhes laterais em alto relevo que, após pintura, trato com pincel seco e washes vão dar ótimo resultado. São tão legais que sequer serão recobertos por PE. Painel em photoetche colorido, pedais, placas no piso, estruturas do canopi e outros detalhes menores são substituídos por PE. Assento do piloto em resina da série Brassin. A impressão que tenho da proposta para o cockpit é excelente.

Montado o cockpit, fecha-se a fuselagem e aí o final é rápido, com a preparação das turbinas, asas, deriva e profundores. Tudo segue o padrão de qualidade em linhas de painel consistentes e uniformes. Belos detalhes superficiais e bom encaixe, nada desfavorece.

Alertado pelos Sukhoi anteriores (SU-7 e SU-22) fui direto averiguar o trem de pouso, e para meu completo espanto, também são bons! Nada espetacular, mas em comparação com os anteriores, são realmente bons. O trem de pouso frontal, inclusive, recebe para lamas em resina. É uma peça bastante trabalhada, com várias ventanas que só a delicadeza da resina e os pequenos photoetches são capazes de retratar, em parte bastante visível da aeronave.

Outras tantas placas e detalhes externos são adicionados em PE e resinas, tais como escada, antenas, entradas de ar e a grande porta do canhão.

Um Frogfoot para ficar completo precisa de muito armamento. São 10 cabides subalares para toda a sua capacidade. Estes cabides fogem um pouco a regra geral de detalhamento do avião. AS linhas são grosseiras e detalhes mais profundos do que eu gostaria de ver. O armamento, por sua vez, não é ruim, mas não se pode dizer que é ótimo. Bombas e tanques externos vão montar bem, mas não coloco tanta fé no lança-foguetes. Bom seria ter um set de armamentos russos injetados, como aquele feito pela Hasegawa. Quem sabe a Skunkmodels se anima? Quanto a armamentos russos em resina, desconheço fabricante.

Instruções e decais

Instruções compreensivas, expressas em desenhos esquemáticos de fácil interpretação, em livreto colorido tamanho A4 com 16 páginas de papel couche.

A grande folha de decais está muito bem impressa, com cores firmes e registro perfeito, sem filme excessivo, contando com um completo set de stencils. É o primeiro kit da série Profipack limitada, que eu vejo, sem decais Cartograf. São decais impressos na República Tcheca. Mesmo assim, são de ótima qualidade e não apresentam complicações.

São 6 opções de pintura muito bem selecionadas, contando com opções bastante variadas em cores e padrões.

Su-25, 160th UAP, Russian Naval Aviation, Borisoglebsk air base, Summer 2000

Su-25, 368th OShAP Soviet Air Force, Demmin - Tütow air base, Germany, 1993

Su-25, Red 29, 378th OShAP Soviet Air Force, Bagram AB, Afghanistan, 1988

Su-25K, No. 6019 "Anca", 30th bilp, Czechoslovak Air Force, Malacky, Aug. 1988

Su-25K, No. 1002, 32nd zTL, Czech Air Force, Pardubice, May 1996

Su-25K, No. 3009, Iraqi Air Force

Conclusão

Dos recentes kits Kopro relançados sob o crivo da Eduard, é este o melhor. A única outra opção para um Frogfoot na 1/48, é o igualmente antigo Revell/ Monogram, tido como o primeiro kit da marca em baixo relevo. Este aqui também é melhor.

O kit básico precisa de melhoramentos em PE, e este lançamento já tem tudo o necessário dentro da caixa, mais um espetacular assento ejetor em resina e PE, grande e ótima folha de decais, além das máscaras de pintura.

Estes relançamentos são parte da estratégia de antecipação do esperado lançamento do MIG-21, novo molde Eduard que vem por aí, ainda antes do final de 2010. Agora é torcer por um relançamento do Frogfoot bi-place (igualmente Kopro/ OEZ) sob a tradição Eduard e esperar pelo novo Fishbed!

Altamente recomendado à todos os modelistas, inclusive iniciantes.

Obrigado Eduard pelo exemplar para review!

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Clique nos links para ir a pagina.

Notícias e Reviews Anteriores

Ultimas do Forum