M4 High Speed Tractor - Hobby Boss 1/35
Escrito por Marcello Pellicione   
Seg, 14 de Julho de 2008 00:00
 

Item HB-83407


O VEÍCULO

O Trator de Alta Velocidade de 18 toneladas M4 foi projetado para rebocar peças de artilharia pesada e entrou em operação em 1942, sendo utilizado pelo exército dos Estados Unidos até a década de 60. Outros exércitos usaram o M4 por um período um tanto maior, sendo um deles o brasileiro. O veículo rebocava peças como o canhão antiaéreo de 90mm, o canhão de 155mm, além dos obuseiros de 240mm e 8 polegadas. Além dessa função primária, o M4 também carregava munição, peças e equipamento sobressalentes para essas peças de artilharia, e muitas vezes as equipes que operavam esses canhões, uma vez que tinha acomodações para dez pessoas além do motorista. Há porém uma diferença na configuração do compartimento de carga entre as versões de reboque do canhão AA de 90mm e a de reboque das outras peças.

O MODELO

Esse modelo da Hobby Boss representa a versão inicial de reboque do canhão AA de 90mm. A Hobby Boss também lançou a "outra versão", para reboque das peças pesadas. Como citado acima, a única diferença apontada é a configuração do compartimento de carga: na versão para reboque de canhões e obuseiros a carga era acomodada em prateleiras removíveis e havia até um pequeno guindaste para o manuseio da munição; na versão de reboque do AA de 90mm, a carga segue em uma área única, sem divisões.
O modelo chega para preencher uma lacuna: o único modelo em 1/35 é um antigo kit da Nitto japonesa, apontado como uma "ampliação pantográfica" do velho modelo da Revell/Adams, mais para brinquedo do que réplica, e muitas vezes listado como na escala 1/40.

O kit em si é genial e extremamente bem detalhado, sendo páreo para os modelos mais novos de marcas como Tamiya e Trumpeter, ficando logo abaixo dos moldes da Dragon.
Ele compreende um total de 302 peças (!), sendo 236 em plástico cinza claro (em 5 grades), 16 em plástico transparente (1 grade), 46 em photo etched (1 grade), 2 lagartas (2 peças únicas), 1 corrente e 1 corda. As grades vêm lacradas em sacos plásticos separados. Uma pequena folha de decais de boa qualidade acompanha o kit, permitindo ao modelista a escolha entre 2 veículos da 2ª Guerra Mundial. A folha em couché com impressão a cores que serve de guia em relação às marcações não traz maiores detalhes sobre as unidades e os teatros de operação dos 2 veículos (ao menos em inglês), o que é uma falha menor - obriga o modelista a pesquisar para determinar corretamente esses dados. Além disso temos uma folha com máscaras auto-adesivas para facilitar a pintura das partes transparentes, o que é, diga-se de passagem, um excelente bônus.

As lagartas em vinil (do tipo T49 - steel cleat) são muito boas e estão corretas (os conectores estão OK), apesar de apresentarem algumas marcas de injeção em sua face interna. Aliás, os detalhes internos delas também se fazem presentes.

O manual de instruções é muito bem impresso e claro nas etapas de montagem. Me lembrou em muito os manuais da Dragon em seus primeiros modelos.

Pontos altos:

- O motor é um kit à parte, muito bem detalhado e só não traz o cabeamento. Uma pesquisa em fotos resolve isso. Apesar do modelo apresentar grades em PE para as laterais do compartimento do motor, o detalhamento do mesmo sugere ao modelista alguma maneira de deixá-lo exposto. Uma boa dica seria não fixar a peça do teto do motor, o que proporcionará melhor visão do conjunto.

- O interior da cabine também é bem caprichado, e as portas podem (e devem) ser posicionadas abertas, ou até mesmo eliminadas - muitas vezes elas eram realmente retiradas nos veículos em campanha.

Pontos baixos:

- O kit não traz nenhuma carga para o compartimento correspondente. Cabe ao modelista pesquisar e adicionar as caixas, peças, etc. Uma boa solução para evitar a caçamba vazia é posicionar uma lona sobre a mesma,

- O único "equívoco" do modelo, comumente apontado em outras resenhas pela Internet, é a roda dentada de tração da suspensão. A versão que acompanha este modelo é a de coroa sólida, mais comum nos modelos tardios e posteriores do M4. O certo seria a versão "vazada" (veja as fotos). A solução para se fazer um modelo realmente "early" é usar as rodas dentadas corretas, emprestadas ou copiadas de kits da Dragon ou dos M4 Sherman da Italeri. No meu caso, copiarei as rodas tratoras de um M32 da Italeri.

Para se fazer um M4 HST do Exército Brasileiro:

Os recentes artigos de José Luiz Affonso e Ricardo Mattua na revista Hobby News nº 58 / Ano 11 são uma ótima referência para se fazer um trator M4 do EB. O primeiro traz várias fotos de algumas viaturas preservadas, e o segundo relata a montagem do modelo em questão. Mattua usou a roda tratora de coroa sólida, mas as fotos do artigo de José Luiz Affonso demonstram que os dois tipos (coroa vazada e coroa sólida) foram utilizados pelo EB.
A lagarta usada por Mattua foi a do tipo T48 "rubber chevron", mas novamente as fotos do outro artigo apontam para o uso do tipo T51 por alguns veículos. Como os veículos do EB eram muitas vezes adquiridos de outros exércitos que não o americano, sofriam adaptações e passavam por um câmbio de peças, podemos concluir que o leque de opções é relativamente grande. As lagartas T48 acompanham o outro modelo da Hobby Boss, o de número 82408 (para reboque de 155mm/240mm/8 inch).
Outra modificação importante: se o objetivo é um veículo mais recente utilizado pelo EB, deve-se alterar o cano de escape do motor, pois a modernização do trator levou à instalação de um escape parecido com os dos atuais caminhões a diesel. Novamente, uma boa pesquisa em fotos é recomendada.

Em resumo, um excelente modelo e que deixará o modelista plenamente satisfeito, caso montado "out of the box" ou servindo de plataforma para um detalhamento maior.
E fica aqui o meu agradecimento a Lucky Model, que cedeu o modelo e proporcionou essa resenha.

Referências recomendadas:
> Review deste modelo pelo site australiano Perth Military Modelling
- Artigos de José Luiz Affonso e Ricardo Mattua, Revista Hobby News Ano 11 / nº 58 (Revista Hobby News)
- High Speed Tractor, David Doyle and Pat Stansell, Ampersand Publishing
- US WWII M4, M5 and M6 High Speed Tractors, Tankograd Technical Manual Series (Nº 6002)

 


Obrigado a  LUCKYMODEL pelo modelo deste review.



Kit ofertado pela Luckymodel
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Clique nos links para ir a pagina.

Notícias e Reviews Anteriores

Ultimas do Forum