Supermarine S-5, AMP, 1/72
Escrito por Augusto Versiani   
Qua, 28 de Abril de 2021 18:14

 

 capa
 
 
O avião
 

Supermarine S.5 foi projetado por Reginald Mitchell para o Troféu Schneider de 1927. Após a derrota anterior do S.4, Mitchell projetou um novomonoplano todo em metal. Ao contrário da estrutura toda em madeira do S.4, o S.5 apresentava construção composta com a fuselagem semi-monocoque principalmente em duralumínio, incluindo as capotas do motor. O S.5 tinha uma asa baixa e reforçada com longarinas de abeto e nervuras de folha de abeto e um revestimento de madeira compensada. Os radiadores de superfície da asa feitos de folhas de cobre corrugadas substituíram os radiadores do tipo Lamblin do S.4. Três aeronaves foram construídas, uma com transmissão direta do motor Napier Lion VIIA de 900 hp (671 kW) e as outras duas com motor Napier Lion VIIB de 875 hp (652 kW) com transmissão direta. A primeira aeronave voou pela primeira vez em 7 de junho de 1927. O S.5s obteve o primeiro e segundo lugares na corrida de 1927 realizada em Veneza, a aeronave vencedora (número de série N220) foi pilotada pelo Tenente de Voo Sidney Webster a uma velocidade média de 281,66 mph (453,28 km / h). (fonte wikipedia)

 

Schneider Trophy at Venice-1927

 

O Kit

A AMP lançou uma serie de kits com os vencedores do Troféu Schneider, neste caso o Supermarine S.5. P kit é bem detalhado para a escala, tendo o interior com banco, manche assoalho e o painel de instrumentos em decal. Os detalhes das superfícies são bem representados, ainda que não muito refinados. A parte frontal da fuselagem é bastante recortada e certamente vai requerer cuidado na montagem. Uma folha de fotogravados fornece os tirantes e sendo peças muito finas também exigirão cuidado extra. A transparência tem qualidade razoável e vem acompanhada de máscaras para pintura. 

ar (1)
ar (9)

 

 

Os decais são de boa qualidade sem falhas de registro e com cores sólidas, sendo possível fazer o mesmo avião, o 220, em duas épocas diferentes. O manual, colorido, é bem diagramado e trás as opções de pintura em 3 vistas.

 

decal (1)

 

 

manu (1)

 

Conclusão

O S.5 da AMP certamente não é um kit fácil, a parte de contado das arvores com as peças é muitas vezes indefinida e vai requer muito cuidado nesta etapa da montagem. Também o número de recortes na fuselagem e os fotogravados muito finos oferecem outras dificuldades. No entanto um modelista mais experiente, certamente conseguirá um bom resultado com um avião de grande importância histórica e o único injetado nesta escala.

 

Agradecemos a Hobbyterra pelo exemplar deste review

Banner
 
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Clique nos links para ir a pagina.

Notícias e Reviews Anteriores

Ultimas do Forum