SPAD XIII 'American Eagles' Dual Combo – Eduard 1/48 (1142)
Escrito por Júlio Martins   
Ter, 16 de Junho de 2009 00:00


Eduard Item 1142

Histórico:

O SPAD S.XIII foi um dos mais famosos e bem sucedidos aviões da 1ª Grande Guerra. Desenvolvido na França pela Société Pour L'Aviation et ses Dérivés (SPAD) a partir do bom SPAD S.VII. Foram 8.472 unidades produzidas até o armistício.

Diferindo de seu antecessor por incorporar uma série de melhorias aerodinâmicas e outros refinamentos, incluindo asas e leme mais largos, motor mais potente e mais uma metralhadora Vikers .303 para incremento do poder de fogo, tudo acabou por melhorar sensivelmente seu desempenho em combate.

Era mais veloz que seus contemporâneos Sopwith Camel e o Fokker D.VII, e reconhecido por seus pilotos por sua grande resistência em mergulho. A manobrabilidade, no entanto, não era grande, principalmente em baixas velocidades.

Seu primeiro vôo foi em 4 de abril de 1917, sendo logo em seguida direcionado ao Serviço Aéreo Francês. 893 aeronaves foram compradas pelos americanos.

Ases como Guynemer, Fonck e Baracca utilizaram esta aeronave, além dos americanos como veremos a seguir, afinal, esta edição é dedicada a eles.

Conteúdo Na tradicional e excelente caixa dura da Eduard, temos dois kits Profipack completos, cada um embalado em seu envelope plástico com 87 peças distribuidas em 3 galhas. Some se à isso os PE, máscaras de pintura e transparências embaladas cada qual em seu saco plástico.

Além de lindos decais para 4 ases do Corpo Aéreo Americano (lamentavelmente protegidos apenas por papel de seda), temos também duas figuras em resina na 1/48 e dois pequenos posters de 21x14,7 cm com Edie Rickenbaker e Frank Luke, mais um “pin” com a famosa “Hat in the Ring”, símbolo do 94th Pursuit Squadron, completando e fazendo desta edição um luxo!

O Kit:

Os kits são injetados em bege claro em ótimo estireno, imprimindo belos detalhes por toda a superfície. Não há rebarbas ou pinos de injeção que atrapalhem a montagem. Toda a delicada estrutura do avião é muito bem representada pelas nervuras das asas e fuselagem. Destaque para o cockpit que me surpreendeu pela riqueza de detalhes, bem mais do que eu esperava, com muitas aplicações em PE.

Os set de PE são pré-coloridos e apresentam cinto de segurança, painéis e alavancas, mapa, miras e grelha de refrigeração do motor.

São duas galhas de transparências para os parabrisas, cada uma com 3 tipos distintos. As máscaras de pintura em papel adesivo semelhante à fita Tamiya te ajudaram a mascarar com perfeição os pequenos painéis e as rodas.

Na parte externa temos as indicações do encordoamento e a aplicação de mais alguns PEs, destacando o profundor que é posicionável, o que sempre dá mais vida ao modelo. Não há representação do motor, apenas da grade protetora e do radiador. Na verdade, o motor não pderia ser visualizado sem uma pequena cirurgia no kit. Toda a indicação de pintura é feita pelos códigos da Gunze.

As instruções são apresentadas num livreto de 8 páginas em papel couchê tamanho A4, com passo a passo bem definido e que não me pareceu complexo. Os profiles de pintura são todos coloridos e enchem os olhos de qualquer fã de aviação.

Os decais estão em uma única folha impressa pela Cartograf. Cores firmes, registro perfeito, não há filme em excesso e os detalhes são soberbos, apresentando toda a gama de stencils necessária para as duas aeronaves. O grande problema aqui é escolher qual versão fazer... Apesar de Rickenbacker e Luke serem as grandes estrelas, os aviões de Larner e Swaab são muito interessantes também.

Ases Americanos:

• Edward V. Rickenbacker, 94th Aero Squadron - verão, 1918

• Frank Luke, 27th Aero Squadron - Septembro, 1918

• Gorman de Freest Larner, 103rd Aero Squadron - outono, 1918

• Jacques M. Swaab, 22nd Aero Squadron - outono, 1918

As figuras de Rickenbacker e Luke em resina amarela são de boa qualidade, como as melhores que tenho visto na 1/48. Gostei bastante!

Edward V. Rickenbacker

Nascido em 8 de outubro de 1890 em Ohio, foi piloto de corridas de automóveis participando das 500 milhas de Indianápolis em 1912, 1914, 1915 e 1916, e desempenhou outros papéis militares após a guerra.

Foi o maior Ás americano na 1ª Grande Guerra com 26 abates, voando um total de 300 horas de combate, muito além que qualquer outro piloto aliado. Morreu em 23 de julho de 1973 de derrame cerebral.

Em 6 de novembro de 1930 recebeu a Medalha de Honra do Congresso com a seguinte citação:
"Eduard V. Rickenbacker, Coronel da Reserva, antes Primeiro Tente, 94º Esquadrão Aéreo, Serviço Aéreo, Força Expedicionária Americana. Por evidente bravura e coragem além do dever em ação contra o inimigo próximo a Billy, França, em 25 de setembro de 1918. Numa patrulha voluntária sobre as linhas inimigas o Tenente Rickenbacker atacou 7 aeronaves inimigas (5 Fokker protegendo 2 Halberstadt de reconhecimento fotográfico). Indiferente às vantagens numéricas do inimigo, atacou e abateu um dos Fokkers. Atacou então um dos Halberstadt e também o destruiu."

Frank Luke, o 'Incendiário de balões do Arizona'

Descendente de família Alemã, nasceu no Arizona em 19 de maio de 1897 e conseguiu 18 abates em 17 dias, sagrando-se o 2ª maior Ace americano de então. Morreu em combate em 29 de setembro de 1918.

Por mérito e bravura recebeu a Medalha de Honra do Congresso com a seguinte citação:
"Após ter destruído grande número de inimigos em 17 dias, voluntariamente iniciou patrulha por balões de observação alemães. Perseguido por 8 aviões inimigos que protegiam os balões, sem hesitação atacou e destruiu 3 balões, mesmo estando sob cerrado fogo anti-aéreo e dos caças. Gravemente ferido, baixou altitude para 50mts e ainda voando perto da cidade de Murvaux, abriu fogo contra tropas em terra, matando 6 e ferindo outros tantos. Forçado a pousar e cercado por tropas inimigas que conclamavam sua rendição, pegou sua pistola automática e defendeu-se corajosamente até cair morto com um tiro no peito."

Conclusão:

Nada mais a acrescentar além de afirmar que esta edição é imperdível!

Altamente recomendado para modelistas e colecionadores. A montagem será simples para qualquer iniciante, mas com a adição dos PEs e da pintura camuflada de todas as versões possíveis, alguma experiência será necessária para levar a cabo estes projetos, mas nada complicado.

Agradecemos penhoradamente à Eduard pelo envio do kit para review.
 

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Clique nos links para ir a pagina.

Notícias e Reviews Anteriores

Ultimas do Forum