Conjuntos de detalhamento para o Spitfire VIII da Eduard
Escrito por Eduardo Mendes   
Qua, 15 de Abril de 2015 22:11

Conjuntos de detalhamento para o Spitfire VIII da Eduard

O recente lançamento do novo kit do Spitfire Mk.VIII na escala 1/48 pela Eduard nos trouxe a possibilidade de montar um modelo bastante acurado desta importante variante do mais famoso caça britânico da 2ª Guerra. Você pode conferir esse kit aqui no site da Eduard, e o nosso review aqui.

Mesmo os bons kits, porém, podem ser complementados com ainda mais detalhes. Seguindo a sua estratégia habitual, a Eduard oferece agora junto do lançamento do novo kit uma série de detalhes adicionais como conjuntos em PE e resina avulsos, que analisaremos agora:

  

Spitfire Mk.VIII Cockpit 1/48 – Eduard Brassin 648199

Este conjunto em resina e PE, apesar das aparências, não é exatamente igual ao lançado para o Mk.IX (ref. 648100, veja o nosso review aqui). Os cockpits dos Spitfires VIII e IX têm pequenas diferenças e a Eduard captura essas sutilezas com muita propriedade:

  • A peça R9, que faz a lateral esquerda do cockpit, apresenta o layout revisado presente no Mk.VIII;
  • A peça R15, que dá a opção de dispensar o painel em PE por meio de uma peça em resina em alto relevo, também é ligeiramente diferente da R15 do conjunto original 648100;
  • O painel de controle da folha de PE também reflete as sutis diferenças de posicionamento de alguns mostradores e controles específicas do Mk.VIII.
  • Ausentes neste conjunto são as peças R30 e R32, que faziam o regulador de voltagem que ficava atrás da blindagem para a cabeça do piloto e que foi deslocada para o interior da fuselagem, e a mira Mk.II “acemaker”, que não equipava os Mk.VIII. 
10  02  3 
4  5  6 
7  8  9 

A qualidade do material em resina e em PE é excelente e o ajuste ao kit, espera-se, deverá ser muito bom. Você pode acessar as instruções para este conjunto aqui. A critério do modelista, é claro, algumas peças do kit e deste conjunto podem ser intercambiadas, modulando o compromisso entre a facilidade de montagem e o grau de detalhamento fino desejado.

Este conjunto, montado em separado, também pode ser apresentado como um modelo à parte, revelando com riqueza de detalhes o interior do Spitfire.

Recomendado para modelistas exigentes que tenham alguma experiência com conjuntos multimídia.

 

Spitfire Mk.VIII Engine 1/48 – Eduard Brassin 648200

Este conjunto oferece um motor RR Merlin série 60/70 completo, com os suportes, anteparas e capotas para enriquecer substancialmente o nariz do kit do Spitfire Mk.VIII recém-lançado pela Eduard.

Diferentemente do cockpit (648199), este conjunto em PE e resina é idêntico ao oferecido para o Mk.IX (648112), mudando apenas as identificações do produto na embalagem, instruções (acessíveis aqui) e na folha de PE.

A qualidade dos componentes permanece inalterada. Você pode conferir nosso review do conjunto praticamente idêntico a esse, o 648112 para o Mk.IX aqui.

12  23 

Recomendado, caso você deseje um motor superdetalhado no seu Spitfire e ainda não tenha em estoque algum conjunto 648112. 

 

Spitfire Mk.VIII 1/48 – Eduard PE 49708

Este conjunto, que consiste de uma folha única de fotogravado com algumas peças pré-coloridas, traz detalhes adicionais para o já muito detalhado cockpit e para os radiadores e caixa da bequilha do novo Spitfire VIII da Eduard.

Na folha encontramos peças para:

  • A tubulação dos cilindros de ar comprimido;
  • As manetes do acelerador e controle da hélice;
  • A cremalheira do ajuste de altura do assento do piloto;
  • Parte da estrutura interna que fica a ré da caverna da Estação 12;
  • O cabeamento do sistema de controle do trem de pouso;
  • Pequenas conexões e controles da lateral direita do cockpit;
  • Suporte para a bússola magnética;
  • Antiderrapantes dos pedais;
  • Faces (grades) para os radiadores;
  • Flaps e acionadores em PE para os radiadores;
  • Portas e acionadores da caixa da bequilha retrátil;
  • Suporte para a munição dos sinalizadores (raramente usado nos Mk.VIII);
  • E um pequeno “erro de continuidade”, faces para aplicar aos reguladores de voltagem (peças F34 do kit), que não são usados no Mk.VIII.
111  09 
23  43 

 As instruções podem ser acessadas aqui.

Recomendado para modelistas que desejem acrescentar esses detalhes ao já excelente kit da Eduard.

 

Spitfire Mk.VIII landing flaps 1/48 – Eduard PE 48834

Os flaps dos Spitfires foram dos poucos sistemas que praticamente não mudaram ao longo da evolução da aeronave, desde os Mk.I até os Seafires F.47. Raramente eram vistos em posição “abaixada”, devido a um aspecto operacional. Ao contrário de outras aeronaves, o sistema pneumático de acionamento deveria estar pressurizado para forçar o flap para baixo, contra o fluxo de ar. Assim, para não sobrecarregar desnecessariamente o compressor e os demais equipamentos, o sistema deveria ser aliviado após o voo e, consequentemente, os flaps ficavam quase invariavelmente na posição recolhida. Ademais, os flaps prejudicavam o fluxo de ar nos radiadores, o que poderia causar superaquecimento quando taxiando a aeronave. Um outro ponto de preocupação era o de possíveis danos aos flaps causados por detritos lançados pelas rodas e pelo fluxo de ar da hélice, situação bastante plausível em aeronaves operando em pistas rústicas como era normal no caso dos Spitfires.

Um relato interessante sobre a operação do Spitfire (e dos seus flaps) pode ser lida em http://www.warbirdalley.com/articles/spitfire-flight-report.htm. Diversas fontes relatam também que era comum nos esquadrões a aplicação de sanções para os pilotos que se esquecessem de recolher os flaps imediatamente após o pouso. Assim, os flaps praticamente só aparecem na posição abaixada nas aeronaves no solo quando elas estavam em manutenção.

Mesmo assim, muitos de nós apreciamos nossos modelos com as entranhas o mais possível expostas, e os flaps são uma das áreas favoritas por exibirem uma amostra da estrutura interna das asas. Atendendo a essa demanda, a Eduard oferece este conjunto, composto por uma folha de PE com as peças necessárias para reproduzir os flaps propriamente ditos (como os flaps do Spitfire são bipartidos, são quatro peças no total) e os detalhes da estrutura interna da asa, bem como os indicadores mecânicos da posição “arriada”. Alguns recortes nas peças das asas do kit são necessários, e a Eduard oferece neste conjunto alguns gabaritos para orientar esses recortes, muito útil sem dúvida.

Este conjunto é fundamentalmente o mesmo oferecido anteriormente para o Mk.IX (#48765), mudando apenas a embalagem e algumas identificações na folha de PE e instruções (que podem ser baixadas aqui). Assim, ambos os conjuntos 48834 e 48765 podem ser aplicados indistintamente aos Spitfires 1/48 da Eduard.

234  65 

Recomendado para modelistas exigentes que tenham habilidade no manejo de peças em PE e desejem adicionar esse interessante – embora pouco visto – aspecto dos Spitfire VIII. 

 

Spitfire Mk.VIII surface panels 1/48 – Eduard PE 48835

 O Spitfire, como boa parte dos aviões do seu período em diante, tem uma infinidade de janelas de inspeção e tampas de acesso aos mais diversos sistemas. No kit essas áreas via de regra são oferecidas fechadas, com apenas linhas de painel denotando a sua presença. Este conjunto em PE polido oferece a possibilidade de, com menos trabalho e melhor acabamento, abrir quantas dessas janelas se desejar. São dezenas e dezenas de janelas de inspeção, além das tampas dos compartimentos do rádio e da bússola e os bocais dos tanques de combustível, óleo e água/glicol. Completa o conjunto uma porta de acesso ao cockpit 100% em PE.

As instruções para este conjunto podem ser baixadas aqui.

 

8789  855 

 

Um verdadeiro maná para os aficionados do superdetalhamento! 

Recomendado para este público específico ou para quem deseje mostrar algum aspecto não abordado no kit original.

 

Spitfire Mk.VIII seatbelts SUPERFABRIC 1/48 – Eduard PE 49074

Este produto é mais uma novidade lançada pela Eduard para reproduzir em escala os cintos de segurança, itens sempre muito visíveis no interior do cockpit das aeronaves e que, consequentemente, chamam muito a atenção.

Desde os tempos dos cintos realizados em scratch a partir de tiras de papel, fita adesiva e metal, passando pelos cintos em PE sem pintura, percorremos um longo caminho. Diversas tentativas de materiais e formas diferentes de aplicação têm sido tentadas para oferecer um acabamento mais realístico, com diferentes graus de sucesso.

Atualmente o padrão quase universal são os cintos – lançados pela Eduard há anos – em PE e pré-pintados. Para o Spitfire em particular, o conjunto 49006 oferece dois pares de cintos de cada estilo empregados pelos aviões da RAF no período. O novo kit do Spitfire VIII, bem como o conjunto Brassin para o cockpit em resina, oferecem esta opção, que é bastante adequada para a escala 1/48 e produz um resultado bastante realístico se bem aplicado.

Na esteira do lançamento do kit do Mk.IX, há dois anos atrás, surgiu uma opção chamada pela Eduard de “Fabric” que consistia de cintos pré-impressos em uma fibra parecida com um papel que era complementada por fivelas e demais acessórios em PE. A versão desses cintos específica para o Spitfire no catálogo da Eduard é a 49062. Apesar do trabalho adicional a sua instalação, o acabamento desses conjuntos é fantástico, embora tenha se tornado mais popular por aqui em modelos em escalas maiores como a 1/32.

E agora a Eduard lança uma nova linha chamada de “Superfabric”. O material, também pré-colorido, parece mais uma borracha flexível, convenientemente espessa. O material é bastante flexível e tem propriedades auto-adesivas. O fabricante recomenda a sua aplicação com pinças e a sua fixação com cola de PVA, como indicam as instruções que podem ser acessadas aqui.

332  332  87 
66  098 

 Achei as cores muito vivas e os detalhes muito marcados, dando uma aparência um tanto exagerada para o meu gosto. Talvez um wash, envelhecendo um pouco o cinto aplicado, traga um tom ideal. No exemplar que tive a oportunidade de testar (para um La-7 na escala 1/72) senti alguma dificuldade para destacar e manusear os cintos, certamente falta de costume com o novo material. O resultado ficou um pouco parecido com o de um decalque (um pouco mais espesso, é bem verdade), o que tira um pouco da ilusão tridimensional. Mas isso pode ser adequado à escala, cintos são naturalmente finos e maleáveis.

Pretendo testar esse conjunto no kit do Spitfire 1/48 para ter uma melhor ideia do resultado final e das eventuais facilidades / dificuldades para a sua aplicação.

Recomendado para quem quer ter o mínimo de trabalho para equipar o seu modelo com um jogo de cintos de segurança.

 

 

Obrigado a Eduard pelo envio dos exemplares para review!

alt

 

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Clique nos links para ir a pagina.

Notícias e Reviews Anteriores

Ultimas do Forum